0

Sessão 4: Qual a sua missão?

Durante minha quarta sessão de coaching fizemos uma breve retrospectiva do nosso processo. De onde saí e onde estou hoje, nessa caminhada do auto conhecimento. Esse é um bom exercício pra se fazer durante qualquer processo que esteja passando, pois você começa a mensurar seus próprios resultados.

Eis que lembrei de como estava na minha sessão zero (totalmente perdida) e como me encontro hoje.

É claro que ainda tenho um bom caminho a percorrer e ainda penso e repenso muito! Mas, com as ferramentas e exercícios que estamos fazendo, as coisas parecem estar tomando seus lugares.

Notei que, na verdade, não estava perdida, no sentido de não saber o que quero da vida, estava apenas precisando de ajuda para reorganizar meus pensamentos e minha rotina, depois que saí do meu trabalho e troquei minha rotina por uma mais flexível e com a carga de estudos maior que o Mestrado requer. (estudo Comunicação Pública e políticas públicas voltadas para pessoas com deficiência dentro dos portais eletrônicos de todos os estados brasileiros). Inclusive se você ainda não assistiu ao vídeo que postamos semana passada, veja aqui, vale a pena ver e se sensibilizar com o assunto.

Minha grande dúvida era: o que vou fazer com esse projeto? Engavetar depois de apresentar minha dissertação? Mas, com os exercícios de auto conhecimento da primeira etapa do coaching, chamada de life coaching, percebi minha aptidão para a área da cidadania e humanização de empresas.

Toda essa mudança de vida e de caminhos da carreira deu-se por conta de um projeto que realizei durante a faculdade, chamado Projeto Rondon, mas este vou contar pra vocês mais pra frente.

Bom, contei tudo isso pra vocês, para que entendam onde chegamos na nossa sessão 4! 🙂

Meu coach fez com que eu escrevesse em uma folha de papel quais eram minhas características e talentos; quais comportamentos demonstram estes talentos; quais objetivos pessoais e profissionais espero para os próximos 12 meses.

Sim, e eu consegui mensurar até que de forma clara e rápida esses pontos, coisa que eu jamais conseguiria fazer durante minha primeira sessão.

E, como tarefa, o Fábio me deixou o seguinte desafio: reunir palavras que gostaria que tivesse em minha missão, formando uma frase; montar a minha missão com a seguinte estrutura: “Ser (comportamento) …. através (características e talentos) … para ( objetivos e sonhos)… !
E ainda escolher uma figura que seria minha âncora, uma imagem para me lembrar da minha missão de vida.

Nada fácil, confesso. Ainda estou trabalhando na minha missão de vida e isso requer muita disciplina e auto conhecimento.

missao-de-vida

Esta foi nossa última sessão chamada de life coaching, de auto conhecimento, nessa semana começaremos o coach profissional! Estou super ansiosa (claro!), pra saber onde tudo isso vai dar!

sessao 4

1

Quem é você, cara pálida?

duvida

O mundo corrido, cheio de fazedores de coisas, cheio de compromissos e mensagens de whatsapp para ler. O mesmo mundo que “me cobra” por saber todas as notícias, por ter todas as músicas do momento no celular, e por ser o PhD no assunto da atividade que exerço em meu trabalho. Quase um super homem ou uma mulher maravilha, né?

Poxa, mas quem eu quero ser? Qual a minha missão de vida? Quais são os meus propósitos? Aonde quero chegar, fazendo tudo o que estou FAZENDO hoje? Qual o meu estado atual, e qual o meu estado desejado?

São tantas perguntas. Imagino que nenhuma dessas perguntas te chegou via whataspp, ou pelo seu chefe, ou pelos seus colegas de trabalho. Se você está lendo este texto neste momento, esteja certo que o primeiro passo rumo ao seu objetivo, você já deu.

Na maioria das vezes, esquecemos de questionar o nosso real papel enquanto protagonistas da nossa jornada pessoal ou profissional. Enquanto fazedores de coisas, deixamos de lado o foco e a prioridade na realização dos nossos sonhos – e na maioria das vezes, quando questionados sobre QUAL É O SEU MAIOR SONHO? – demoramos alguns bons minutos para responder.

O coaching é sobre isso e muito mais. É sobre descobrir internamente quais as nossas habilidades e pontos fortes – que servem de alicerce e combustível para nossa jornada rumo ao sucesso, que é a realização dos nosso sonhos.

Poxa Fabio, mas você está falando de sonhos e metas, e eu não consigo chegar a um ponto comum e te responder qual é o meu maior sonho. Tenho tanta coisa na minha cabeça, tantas vontades, tantos medos, e não consigo sair do lugar.

Pois bem, e aí eu te faço mais perguntas: O que se vê fazendo daqui a 3 anos? E daqui a 10 anos? E neste momento, com quem você gostaria de estar? Executando que tipo de atividade? O que faria com que você se sentisse plenamente realizado?

Vamos colocar essas respostas no papel, transformá-las em metas tangíveis, em atividades transformadoras. Vamos nos desenvolver enquanto pessoas, enquanto questionadores de nossa realidade, e enquanto protagonistas da nossa FELICIDADE. Vamos fazer COACHING!

Afinal, “felicidade é só questão de ser”.

Fabio Procópio | Coaching, Vida e Carreira

E-mail: contato@fabioprocopiocoach.com