0

Quando seu coração te dá uma rasteira e você cai!

Não sei vocês, mas eu sofro de uma pequena doença chamada síndrome das pernas inquietas. Elas não param um minutinho se quer. É o dia inteiro essa movimentação. E a minha cabeça? Ah, ela também fica em ebulição constante – é muita, mais muita coisa pra uma pessoa só. No fundo, eu sempre achei isso ótimo porque me sinto viva e com mil ideias na cabeça. Só que, quando você menos espera, começam a aparecer bolhas nas suas mãos, você não dorme bem a noite e acorda de madrugada preocupada com o que tem pra fazer. Ou, com mais ideias, ideias, ideias. E a vontade é falar chega, me deixa dormir… só por hoje, por favor.

Mas quem disse que a cabeça escuta o que o coração pede? Aí o coração fica bravo, acelera mais que o normal e faz você ficar fraca, as mãos tremem, a cabeça doe, a respiração ficar escassa, os batimentos aumentam e aí, querido leitor, você cai. Cai e pede para o coração desacelerar um pouco porque você está fraca. Mas não adianta! Ele está bravo com a sua cabeça que não para de querer fazer as coisas, que não para de se preocupar com o que está por vir. Os dois brigam e não silenciam-se. Aí é a hora de você parar e analisar o que está errado em sua vida, corpo e mente. E vê que são tantas coisas que poderiam melhorar. É um verdadeiro bicho de sete cabeças e que só existe na sua cabeça, pois foi você que o criou, imaginou e o alimenta constantemente.

É hora de parar. De respirar. De viver com mais equilíbrio.

É hora de se permitir relaxar. De dizer chega. Desacelerar!

De colocar a sua cabeça e o seu coração em sintonia, como o ritmo de sua canção favorita.

Como aquela que diz: “Here comes the sun and I say IT´S ALL RIGHT!”

OBS: baseado na história real do meu dia hoje =/ mas se acalme, estou bem! e agora vou fazer de tudo para ficar ainda melhor!

beatles-here-comes-the=sun